Problemas domésticos e nerdices

18 de dezembro de 2007

Comidinha, filme, dia de sol

Estar de férias em São Paulo é novidade pra mim. Eu geralmente saio correndo pro aeroporto no primeiro minuto das férias e volto no último segundo.

Eu fui viajar. Mas voltei antes porque achei que teria que fazer a prova de japonês no dia 15. Acabou que eu fiz no dia 30 de novembro (passei de ano!) e poderia ficar viajando até o fim das férias. Como eu já tinha definido passagem e afins, acabou que ganhei uma semana na cidade. E está sendo a melhor semana!

Ontem, por exemplo, acordei vagamente cedo, umas 10h, fiquei pagando contas e conversando na internet até as 12h30. Daí saí de casa para almoçar. Inicialmente eu queria ir ao Wraps, mas depois que deixou de ser praça de alimentação e virou restaurante o apelo sumiu, pra mim. Resolvi ir ao Gopala, que eu adoro e fazia tempo que não ia, porque aos sábados a fila é imensa. Muito tranquilo, sentei lá, comi as coisinhas, tomei suco de pitanga, na maior calma, porque não tinha nada para fazer depois.

Saí de lá pensando em fazer umas compras, mas aí passei na frente do Espaço Unibanco e resolvi que devia ver um filme, afinal, ainda eram 13h30, dava tempo de comprar coisas depois.

Queria ver "Across the Universe", mas só tinha às 18h, então resolvi ver "A Via Láctea", da Lina Chamie. Excelente, simplesmente lindo. Primeiro filme que usa São Paulo bem. E a história é linda. Animal, animal mesmo.

Saí de lá chapada pela mensagem do filme, e o dia estava lindo, um sol maravilhoso mesmo. Não quis entrar no ônibus, então resolvi voltar pra casa andando. A Paulista estava lotada de gente fazendo compras, e eu então me dei conta que eu achava estranho que em Dublin houvesse gente fazendo compras no meio da tarde (achando que era um bando de vagabundos, que não tinham emprego) porque eu trabalho fora do centro. Se você trabalha na Paulista, sair na hora do almoço para comprar presentes de Natal é uma ótima idéia.

O dia estava realmente lindo, com um vento fresco e um sol brilhante. Não comprei nada, no fim, apesar de ter entrado no shopping. Quis comprar minha câmera, mas desisti de novo. Não é o momento certo.

Preciso de mais dias assim na vida.

Nenhum comentário: